Porque a espécie humana é assim